domingo, 12 de agosto de 2012

CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES "BOCA DE LEÃO" 2013 - 2012

 

Vovó lendo histórias!

Ilustração de Gustave Doré (França 1832 - 1883)

 XXXXXXXXXXXXXXXX 
"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento". Clarice Lispector


CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES 2013 

1º SEMESTRE 2013
Previsão: todas as terças-feiras, quinzenalmente, das 19h às 21h, podendo ser posto em votação para mudança do dia e horário:
FEVEREIRO – 26 (Apresentação do Cronograma 2013)
MARÇO – 12 e 26
ABRIL – 09 e 23
MAIO – 07 e 21
JUNHO – 04 e 18
JULHO – 02, 16 e 24 (Comemoração do 1º Ano da OLBL)
2º SEMESTRE 2013

· AGOSTO – 06 e 20
· SETEMBRO – 03 e 17
· OUTUBRO – 01, 15 e 29
· NOVEMBRO – 12 e 26
· DEZEMBRO – 11 (Encerramento do ano letivo, com comemoração e entrega dos certificados)
OBS. Os integrantes da OLBL receberão certificados referentes a carga horária frequentada!


TAREFAS EXTRAS

Essas tarefas, elaboradas no espaço quinzenal, serão apresentadas em encontros posteriores, onde todos possam trabalhar o seu processo individual (seus medos secretos, seus desejos implícitos, sua lapidação interior, mostrar ao mundo as suas capacidades...) até a concretização de suas produções literárias. Aqui todos poderão sanar dúvidas, aperfeiçoar potencialidades cognitiva e criativa, na exploração do imaginário e amplitude do olhar literário e seus benefícios inter e intrapessoal.
PAUTA DE TAREFAS DA OFICINA LITERÁRIA BOCA DE LEÃO

PARA 16 DE OUTUBRO

Escolha do figurino para 30/10 - duas opções: Calça jeans e camiseta preta, ou todo(a) de preto(a).
Escolha do horário das apresentações - 30/10: 9h às 11h (Platéia a partir de 4 anos); 14h às 16h (Platéia a partir de 4 anos); 18h30 às 21h (Platéia a partir de 4 anos); encerramento com coquetel.

Categoria: Contos de animais, encantamento e aqueles elaborados dentro da proposta: Animais, encantamento, de infância, riso e assombrações.
Roda de Contação das histórias memorizadas e Roda de Leitura para as produções não memorizadas.

Listar as Produções a serem apresentadas no dia 30/10.

OBS. O público da noite será composto pelos nossos convidados!
Após estes informes, o grupo, reunido a mesa, estará revisando as suas produções, organizando e reorganizando, conforme foi feito no encontro anterior.

Confesso que, com todas as minhas experiências na arte de contar histórias, sempre sinto aquele friozinho na barriga, dias antes de qualquer apresentação. Mas, assim que entro em cena, entro nos contos e deixo que eles também entrem em mim. Então começo a brincar com as palavras, e elas vem ao meu encontro. De repente, os personagens vão chegando de mansinho, quando tudo se transforma num momento mágico e inesquecível. Ao emprestar meu corpo inteiro, não vejo a platéia, só escuto as palavras que entram e saem de mim, encantando e revirando os olhos das crianças, e também acordando a meninice dos adultos, construindo e desconstruindo o interior de muita gente.
Por isso, contadores e contadoras, leitores e leitoras, desejo ver cada um de vcs em cena, brilhando feito estrelas. E eu ali bem juntinha ajudando a platéia nos aplausos.
Escrevam: Nossa roda de contos e de leitura, será um momento único na vida do Grupo Boca de Leão.
********************************************
DE OUTUBRO A NOVEMBRO

1) SOLICITAÇÕES PARA 30/10:

ENVIAR SEUS CONTOS POR E-MAIL (Claudete_tm@hotmail.com).

OBS. A DIREÇÃO DA BPSC CONVERSOU COMIGO DIA 19/09, SOLICITANDO A ENTREGA DAS PRODUÇÕES DO GRUPO, PARA REVISÃO, O MAIS TARDAR, ATÉ FINAL DE NOVEMBRO/2012, PRAZO SOLICITADO PELA COORDENAÇÃO DO BOCA DE LEÃO.

PARA O GRUPO: MEMORIZAR OS CONTOS DE ANIMAIS E ENCANTAMENTO, PARA O SARAU DO DIA 30 DE OUTUBRO DE 2012. A PARTIR DE AGORA, JÁ PODERÃO PRODUZIR OS DEMAIS CONTOS.

 2) O GRUPO TERÁ COMO TAREFA, DE OUTUBRO A NOVEMBRO, AS SEGUINTES ELABORAÇÕES:

- CONTO DE INFÂNCIA
- CONTO DE RISO
- CONTO DE ASSOMBRAÇÕES


ATENÇÃO:
· ESTES CONTOS DEVERÃO SER INÉDITOS, SEM RELEITURAS DE OUTROS AUTORES. O PROCESSO DE RELEITURA SERÁ TRABALHADO POSTERIORMENTE, PARA QUE POSSAMOS FAZER USO DO MESMO.
  

· NÃO SE ESQUECER DE CONSULTAR O BLOG:



OBS.: GOSTARIA DE RECEBER A CONFIRMAÇÃO DE E-MAIL, DE TODOS! POR FAVOR, ENVIEM-ME SEUS CONTOS, COM UMA FOTO E MINI CURRÍCULUM, PARA QUE OS MESMOS POSSAM SER ENCAMINHADOS PARA DIAGRAMAÇÃO E REVISÃO, PARA EDIÇÃO DO PRIMEIRO LIVRO DO GRUPO/2013. SENDO QUE A CADA ESCRITOR, SERÁ DADA UMA QUANTIA IGUAL DE EXEMPLARES PARA TODOS, PARA QUE POSSAM VENDÊ-LOS, DOÁ-LOS, PRESENTAR AMIGOS, O DESTINO DELES QUEM DECIDO É O AUTOR.

LEMBRAR: PRECISO DA COLABORAÇÃO, DESEMPENHO E ATENÇÃO DE TODOS!
3) PRIMEIRO PASSO – TÉCNICAS DE RELAXAMENTO, EM SEGUIDA, DINÃMICA DE GRUPO: COM TODOS SENTADOS EM CÍRCULO, DE OLHOS VENDADOS, AO COMANDO DA COORDENAÇÃO, POR ORDEM DE CHAMADA, VERBALIZARÃO OS SEUS CONTOS EM VOZ ALTA, SEM SE PREOCUPAR COM AS PARTES NÃO MEMORIZADAS DO TEXTO.
4) OS NOVOS CONTOS - SERÃO ELABORADOS NO PERÍODO DE OUTUBRO / NOVEMBRO, SENDO QUE OS MESMOS DEVERÃO SER ENTREGUES NO FINAL DE NOVEMBRO, POR E-MAIL
(Claudete_tm@hotmail.com) 

5) DÚVIDAS E ESCLARECIMENTOS - PODERÃO SER SANADOS DURANTES OS ENCONTROS DE OUTUBRO E NOVEMBRO, TAMBÉM POR E-MAIL OU TELEFONE (PARA AQUELES QUE NÃO TÊM E-MAIL): (48) 3879.2060 OU 9600.6680 (TIM) E 8871.0890 (CLARO). POR ORA, VAMOS, ATÉ 30 DE OUTUBRO, IREMOS NOS CONCENTRAR NA MEMORIZAÇÃO DOS CONTOS PARA O SARAU, NOS PREPARANDO PARA A NARRATIVA. DEPOIS ESTAREMOS LIVRES PARA ESTUDO E PESQUISA.

PARA 18 DE SETEMBRO/12


TÉCNICAS DE RELAXAMENTO E DINÂMICA DE GRUPO - Congelando de Imagens, para o ensaio do Conto de Animais, acompanhado de técnicas de expressão corporal, postação e tipo de voz, manipulação de elementos virtuais, utilização e exploração de planos físicos. 

TAREFA LITERÁRIA - Elaboração inédita de um Conto de Encantamento. Este conto deverá ser memorizado após este encontro, e apresentado ao grupo no primeiro encontro de outubro, juntamente com o Conto de animais. 

MÉTODO DE LEITURA DINÂMICA E MEMORIZAÇÃO
Algumas técnicas utilizadas são leituras de grupos de palavras, em vez da leitura palavra por palavra; alinhamento do texto de forma que facilite a "varredura" pelos olhos sem que estes necessitem se deslocar muito de um lado para o outro (texto em coluna estreita) e o salto de olho, por meio do qual o leitor estabelece pontos na linha de leitura nos quais faz a parada ocular (esta técnica é utilizada em livros de colunas largas).

O cérebro responde de forma compatível aos estímulos que recebe. Se você durante anos vem lendo lentamente, os estímulos vêm sendo enviados para o cérebro em baixa velocidade, e este responde de forma igualmente lenta.

Na leitura dinâmica, os estímulos são enviados mais rapidamente para o cérebro, elevando a velocidade de raciocínio.

(...) Sugere-se, para pessoas com dificuldades de leitura dinâmica, 20 linhas por minuto (marcadas por toques do metrônomo), enfatizando-se a importância da respiração e da postura. Para os que já têm o hábito de leitura, pode-se recomendar 40 toques por minuto, chegando ao dobro desse número para pessoas treinadas. 150 toques por minuto seria a velocidade do leitor mais rápido do mundo em língua portuguesa.


MEMORIZAÇÃO

Primeiro: Pegue seu texto e, seguindo o método de leitura dinâmica, leia 5 vezes o primeiro parágrafo.

Segundo: De olhos fechados, faça o exercício na oralidade, repetindo o 1º parágrafo 4 vezes.

Terceiro: Ao entrar no 2º parágrafo, repita 3 vezes o 1ºparágrafo emendando com o 2º. E assim sucessivamente, com os parágrafos posteriores.

Agora pegue seu texto e faça a leitura dinâmica de todos os parágrafos, sem esquecer-se de seguir as três orientações, sem desistências, fazendo delas uma lição de casa.

Depois do texto memorizado na ponta da língua, pegue um caderno e um lápis (não use caneta), ao som de uma música de sua preferência (sem que esta interfira na sua atenção e concentração), repita o texto em voz alta, como num exercício de ensaio, e faça o registro do texto respeitando a sua ordem, parágrafo por parágrafo. Repita esta prática 4 vezes.

OBS. É importante que você determine o seu tempo de execução.

Objetivo do Registro: Escrever o texto na ordem que leu, narrou e ouviu (a própria narrativa) e posicioná-lo na sua memória para que você possa saber o seu ponto de início, meio e fim.

Não esqueça que Aprender é um Processo que implica vincular uma informação que já temos armazenada em nossa mente com o novo, o desconhecido.

Imagine você uma criança que após engatinhar, inicia o ensaio de seu primeiro passo, que em seguida vem o segundo, depois o terceiro, e daí por diante; até que o aprendizado se concretize. Assim como toda criança, dentro dos padrões ditos normais, consegue iniciar seus passos, após um período de engatinhamento, e prosseguir com os demais passos, o que você não conseguirá seguindo estas orientações?

Atenção!

No encontro anterior foi aplicado a técnica de manipulação de elemntos mágicos (virtuais), os quais, neste encontro deverão ser utilizados. Sendo assim, cada integrante deverá se dirigir ao "Saco dos elementos Mágicos" e pegar seus elementos de maneira virtual, sendo necessario lembrar que elemento pegou anteriormente.

DINÂMICA DE GRUPO 

TÉCNICA DE RELAXAMENTO
Em ritmo de "dança contemporânea", o grupo será levado e orientado a exercícios de aquecimento físico, com: Contração dos dedos dos pés à musculatura craniana, para retirada (alívio) de tensão, esvaziando a mente durante o exercício; posição fetal, seguida de alongamento (pernas, braços, cabeça e pescoço) para o preparo do uso da memória, na oxigenação cognitiva e criativa. 

TÉCNICA DO CONGELAMENTO
Com o elemento em mãos, todos caminharão pelo ambiente manipulando seu elemento e contando a ele seu conto em voz alta. Cada um concentrado na sua tarefa, sem se comunicar com os colegas. Aos som de um apito, todos deverão congelar na posição que estiverem. ao som do apito, deverão descongelar dando continuidade à tarefa.

Tempo: 15 min.

(Elaboração: Claudete T. da Mata)


PARA 04 DE SETEMBRO/12


SEGUNDA TAREFA: 1º) Memorizar o conto de animal, para o "primeiro Sarau do Boca de Leão". 2º) Preencher o Roteiro de Imagem para facilitar o processo de atuação. Mas antes leia com atenção o material em anexo.


ROTEIRO DE IMAGEM PARA MEMORIZAÇÃO TEXTUAL

Este roteiro levará você á memorização de pontos textuais importantes, onde a organização do saber irá lhe mostrar como trabalhar no papel, uma trajetória que lhe fará lembrar em quais momentos você encontrará as informações importantes, quando você tem um "branco" no momento de atuação em público. Assim, o conteúdo trabalhado, será memorizado naturalmente. Mas antes de preencher o seu "roteiro de imagem", leia as informações abaixo, sobre técnicas de memorização, para ver em qual delas você se encaixa.

ROTEIRO

* Tema:
* Lugar onde acontece a história:
* Personagem principal e sua atuação:
* No início acontece:
* Demais personagens, quem são e o que fazem?
* No meio da história acontece:
* Elementos mágicos:
* Momentos importantes:
* Fechamento:

********************************************************************************

MEMORIZAÇÃO POR REPETIÇÃO DO PROCESSO

Após estudar diferentes "dicas de memorização", consegui desenvolver uma técnica bem simples, a qual utilizado com sucesso.

TÉCNICA DO A B C

A - Com o texto em mãos, faça uma leitura corrida, 5 ou mais vezes, de acordo com a sua necessidade.

Agora inicie o processo de memorização:

B - Leia o 1º parágrafo 4 vezes;

C - Repita a leitura do 1º parágrafo, seguindo com a leitura do 2º parágrafo, 3 vezes.

E assim sucessivamente, parágrafo por parágrafo, até a conclusão da leitura, onde você chegou a não depende mais do texto escrito. Ele já está memorizado.

Claudete Terezinha da Mata

**********************************************************************************

TÉCNICAS DE MEMORIZAÇÃO

A cada dia que passa você precisa saber mais, entender melhor o mundo, e para isso sua memória tem de estar equilibrada e em dia com as mais novas técnicas de memorização.

Muitas pessoas se queixam de possuir uma memória fraca que dificulta e muito o seu aprendizado. Na verdade, achar que tem memória fraca é o maior obstáculo para um aprendizado mais eficiente. Todos têm a capacidade de possuir uma boa memória desde que se treine para isso (...).

(...) Muitas civilizações antigas já utilizavam vários sistemas de memorização que pudessem ajudar, cotidianamente, na realização da mais variadas tarefas. Gregos e romanos destacavam a memória para o ponto de partida para o reconhecimento humano. (...) Quem não quer ter na ponta da língua as fórmulas de física ou química? Agora você deve perguntar: Mas também posso ter uma memória assim? Sim, você pode, desde que se esforce pra isso e para ajudá-lo, vamos expor a seguir algumas técnicas de treinamento e de instrumentos para que você possa ter uma memória mais ativa, apenas vamos ajudá-lo a iniciar este caminho, caberá a você desenvolver as habilidades, por isso treine, repita incansavelmente os exercícios e mentalize realmente o que você poderá assimilar(...). Lembre-se: “Estudar é fundamental!”.

LIÇÃO DE MEMORIZAÇÃO

Para realmente aprender e memorizar as informações contidas em um texto é preciso total atenção e observação.

EXPLICAÇÃO
A observação é um fator determinante para uma boa memória e envolve principalmente ter atenção no que se está sendo observado. Olhar apenas não é observar, olhe para o seu relógio e olhe as horas, fácil não? Só que você se lembra quantos segundos marcavam o ponteiro do relógio? Provavelmente você só olhou os minutos, ou seja, olhou mais não observou por inteiro a informação passada por seu relógio, isso não é ser detalhista e sim realmente obter o maior número de informações possíveis. Então já sabemos que pra lembrar alguma coisa é preciso observá-la anteriormente nos seus mínimos detalhes, requisito básico para memorizar. Observar e não apenas olhar. Textos também devem ser observados a não ser textos literários com certeza você poderá notar que determinados trechos de textos apresentam parágrafos maiores, onde comumente estão presentes exemplos e explicações mais detalhadas. Uma boa memória retentiva, com certeza é uma bem treinada e sabe observar por vários ângulos de análise.

EXERCÍCIO
Procure imagens, textos, ou mesmo fotos que você disponha e passe a observados detalhes contidos como paisagem, rostos, roupas, parágrafos maiores e menores, palavras destacadas, etc. Quanto a fotos, procure relacionar os lugares que foram tirados, ao dia a dia, a ocasião e ao seu estado de espírito.

DICAS DE MEMORIZAÇÃO
Para se ter uma boa lembrança você deve desenvolver uma concentração mais eficaz. Ao ler um texto, concentre-se realmente no que você está fazendo.

EXPLICAÇÃO
Agora que você aprendeu a observar, vamos a mais um teste exemplificado, uma aulinha de português. Escreva em um papel a palavra CONCENTRAÇÃO, não se preocupe, eu espero. Agora observe atentamente a palavra e tire suas conclusões sobre o seu significado. Mais um tempinho. Concentrar-se como a própria palavra diz significa atingir, expresso no prefixo CON- e–CENTRO, expresso em centrar-se. Ao estudar, ler um texto ou mesmo assistir a uma aula, você deve ter isso em mente, ou seja, ter essa tarefa como centro de todos os seus pensamentos, pois o seu cérebro irá trabalhar conforme esteja sendo direcionado a um determinado assunto. Concentra-se é uma técnica fundamental de memorização.Centre-se apenas no ponto que deseje atingir, no caso, seus objetivos, esquecendo do mundo exterior. Porém, algumas pessoas que têm dificuldade com a memória, após serem treinadas, realizam mecanicamente o processo. Você já deve conhecer pessoas que conseguem ler livros dentro de um ônibus ou em uma praça lotada, essas pessoas conseguem se concentrar porque já dominaram automaticamente sua concentração.

EXERCÍCIO I
Para se adquirir uma concentração é necessário fazer o exercício chamado, exercícios de respiração, ou seja, primeiramente, procure deixar o ambiente livre de ruídos e barulhos que desviam sua atenção, em seguida, se quiser, escureça o local ou feche os olhos e procure respirar fundo inspirando e expirando profundamente sem pensar em nada por cerca de alguns minutos. Tente pensar por exemplo na sua respiração, sem ouvir os sons exteriores, sem se deixar levar por interrupções. Este exercício lhe trará uma calma interior importante para que você possa iniciar a sua leitura.

EXERCÍCIO II
Se assim mesmo, tiver dificuldade em se concentrar, faça este outro exercício. Escolha um ponto qualquer de sua sala e olhe fixamente para ele, sem pensar em nada, apenas no ponto escolhido, fiquem assim por uns 10 minutos, cada vez que começar a pensar em outra coisa, recomece a marcar o tempo.

EXERCÍCIO III
Outro exercício importante é colocar-se à frente de um espelho e olhar fixamente para o centro de seu nariz, por exemplo, não deixar o olhar desviar do ponto escolhido, insista no exercício, não desista facilmente, fique também por cerca de uns 10 minutos. Repita diariamente esses exercícios, isto irá ajudá-lo a disciplinar a sua concentração, somente pule para as lições seguintes, se realmente se sentir seguro.

LIÇÃO 1
Para melhor memorizar, associe imagens ao que você quer memorizar.

EXPLICAÇÃO
Nossa memória trabalha com que os especialistas chamam de imagens mentais, às quais são condensadas pelo nosso cérebro, este por sua vez grava muito mais facilmente as imagens, situações ou acontecimentos que fogem dos chamados padrões normais. Consideramos como padrões normais, as imagens que podem ser rotineiras em nosso dia-a-dia, ou aquelas que podem ser reais no nosso cotidiano. Se você estiver caminhando na rua, e ver um cachorrinho, por exemplo, esta cena poderá ser tão habitual a ponto de você não lembrar ao final do dia que viu aquele animalzinho. Entretanto, se no lugar do doce cachorrinho, você topar com um cão enorme do tamanho de um elefante que mais parecia um robusto leão daqueles que por mais que estejam encoleirados e acompanhados pelo dono, você atravessa a rua só pra não passar na sua frente, com certeza no final do dia você vai se lembrar muito mais facilmente dessa cena. Criar imagens ridículas e inusitadas, associando-as a objetos, palavra ou cenas que precisam ser memorizadas são técnicas que ativam a sua memória. Assim podemos perceber que nossa mente memoriza muito mais facilmente as imagens do que as milhões de informações que recebemos diariamente. O processo de ligação mnemônica, significa associar palavras ou itens, a imagens que parecem absurdas ou inusitadas. Vamos tentar memorizar por exemplo, os órgãos do sistema respiratório humano, o caminho que segue o ar na inspiração, fossas nasais, faringe, laringe, traquéia, brônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonares. Esta pequena lista poderia ser memorizada da seguinte forma:

Imagine o ar como um ser monstruoso de duas cabeças, imagine mesmo, dando corpo a ele, cabeça, olhos, uma camiseta escrita “Eu sou o ar”.Imagine este ser entrando por uma grande caverna, na qual tem uma placa dizendo, FOSSA, imagine esta caverna no formato do seu nariz, este ser entra pela caverna, o seu nariz, aí a FOSSA acaba em um grande escorregador e este desce gritando, gritando e gritando: FARINGE, FARINGE. De repente, ela faz uma pausa e decide chupar uma laranja, associe a palavra laranja à LARINGE, enquanto ele chupa a laranja, vai fazendo um barulho, trac, trac, trac, assim você lembrará da TRAQUÉIA, então o barulho deixa o ser monstruoso irritado, muito irritado, bronqueado e nosso amigo chega aos BRONQUIOS, note que o início de uma palavra remede a outra. A irritação o deixa de cabeça quente, ou seja, com bronca nos miolos, chegamos aos bronquíolos e de repente aparece na frente de nosso amigo ar um monstro alvo em forma de pulmão, é o ALVÉOLO PULMONAR.

Se você realmente imaginar as cenas, conseguirá lembrar por meio de algumas palavras, os órgãos da respiração. Assim você lembrará por associação, caverna lembrará FOSSA, ou seja, FOSSAS NASAIS. Escorregadorlembre-se do grito FARINGE, FARINGE. LARANJA associe à LARINGE. TRAC TRAC associe esse barulho à TRAQUÉIA. Ficar BRONQUIADO, BRONQUIOS E BRONQUIOLOS. ALVO PULMÃO, ALVÉOLO PULMONAR.

Assim para memorizar objetos, ou palavras, crie associações aparentemente absurdas que possam se destacar em sua mente. Esta técnica é conhecida normalmente pelo nome de encadeamento (conexão).

EXERCÍCIO
Para exercitar elabore você mesmo uma lista de objetos ou de palavras importantíssimas ao aprendizado de determinada matéria, como no caso dos órgãos da respiração que passamos. Crie associações para memorizar esta lista, as imagens devem ser realmente criadas em sua mente para que você possa memorizá-las, novamente pratique os exercícios e dedique-se, pois será importante para você aprender as técnicas e alcançar um melhor aprendizado.

LIÇÃO 2
Para treinar a sua memória treine memorizar a sua lista de tarefas diárias.

EXPLICAÇÃO
Da mesma forma que o exercício anterior, pode-se decorar por exemplo uma lista de tarefas a ser cumpridas no dia. Vamos dizer que hoje é domingo e você precisa:
I –lavar o carro
II – ligar para um amigo importante
III – assistir a um programa de televisão
IV – Fazer dever de casa
V – Compra uma camisa no shopping

Use a sua criatividade e crie as imagens inusitadas na sua mente. Faça este exemplo como exercício.

EXERCÍCIO
Pratique criando você mesmo a sua lista de tarefas diárias de toda a semana lembrando-se dela todas as manhãs.

LIÇÃO 16
Para memorizar textos ou discursos, selecione palavras chaves no texto.

1º Leia atentamente o texto sublinhando as idéias principais de cada parágrafo.

2º Após esta leitura minuciosa, releia o que foi sublinhado e destaque aquele parágrafo que você acha principais e que realmente são uma síntese de todo texto.

3º Após determinar estes parágrafos, tente condensá-los entre uma ou duas palavras cada um, que contenham a ideia principal abordada, estas serão as palavras chaves na ordem das ideias contidas no texto.

EXPLICAÇÃO
Não adianta decorar palavra por palavra, pois se você esquecer uma delas corre o risco de perder toda a frase e a sequência. Toda fala, discurso falado ou escrito que precisam ser memorizados exige a memorização das idéias a serem apresentadas. Digamos que você será o orador de sua sala no dia de sua formatura. Imagine se esquecendo do texto bem no dia, ou tendo que olhar no papel e esconder o rosto, pior ainda, imagine, se as folhas voam e saem da ordem, bem, melhor nem imaginar uma cena dessas. O segredo para memorizar tetos ou discursos é a utilização de palavra chaves, essa técnica pode ser aplicada aos assuntos que quiser. Por exemplo, se o assunto fosse a situação econômica do Brasil, esta poderia ser a sua lista de palavras chave: desemprego atual, fábricas fechando, planos do governo, criminalidade, protestos, miséria, alternativas.

EXERCÍCIO
Agora selecione textos de jornais ou revistas, ou mesmos textos escolares de não mais de quatro páginas e procure exercitar essa técnica.


**********************************************************************************

PARA 04 DE SETEMBRO/12

Antes da formação da roda de contos, para as apresentações, será aplicada uma pequena série de técnicas de relaxamento e dinâmica de grupo.

1º) Informes: O 1º Sarau do "Grupo Boca de Leão", acontecerá em outubro, com data a ser agendada com a Biblioteca. Cada integrante será responsável pelo convite da platéia (familiares e amigos).

2º) Técnica de relaxamento de braços, cabeça, pescoço e pernas.

3º) Dinãmica de Grupo: Será entregue a cada participante, um chapel contendo pedaços de papel com nomes de elementos mágicos que serão utilizados durante a dinãmica de memorização textual, os quais não deverão ser revelados ao grupo. Ou seja, cada escritor guardará para si o seu elemento. Com o elemento mágico em mãos, cada itegrante deverá andar pelo ambiente, narrando seu conto em voz alta, passo a passo, aplicando a técnica de memorização de sua preferência, como estivesse em sua casa. O elemento mágico (vitual) deverá ser utilizado para que todos percebam. Exemplificando: Se for uma bola, esta deverá ser lançada ao alto e aparada mimicamente, como numa brincadeira faz-de-conta. Todos deverão obedecer algumas regras, como: Se qualquer elemento for apanhado por alguém, este deverá devolvê-lo ao seu dono, sem paradas para conversas, nem quebra de seu ritmo na narração do conto. O tempo de desenvolvimento desta técnica não deverá passar de 10min.

4º) Após dinâmica de grupo, uma técnica de retirada da tensão.

5º) O Grupo se convidado á formação da Roda de Apresentação, exercitando sua capacidade de memorização, narrando seus contos de animais. nesta etapa, não haverá papel em mão, salvo os casos de incapacidade total de memorização. Cada escritor deverá se esforçar o máximo que suas funções cognitivas lhe possibilitar.

ATENÇÃO! Durante as apresentações, haverá interferências pedagógicas por parte da coordenação dos trabalhos (Claudete da Mata), a qual estará trabalhando expressões corporais, tipo de voz dos personagens representados, direção do olhar, postação e ritmo de voz, exploração do ambiente, planos alto, médio e baixo, pausas, entre uma frase e outra, tempo de atuação, utilização de elementos mágicos.

ORGANIZANDO O ROTEIRO DE IMAGEM

Histórias podem ir além do imaginário. Por isso, elas necessitam ser estudadas e bem estruturadas. Elas possuem várias funções, uma delas é de educar através da transmissão de valores, trabalhando o caráter, o raciocínio através de seus enredos intrigantes, a imaginação, podendo transitar pelo tempo e o espaço na amplitude do campo simbólico, a criatividade, ampliando o arquivamento referencial, o senso crítico, a atenção disciplinada, onde a plateia, seja de crianças ou adultos, saberá como se comportar no papel de ouvinte numa atitude de respeito ao outro. Indo mais além, com a promoção da socialização que uni a arte de escrever, contar e representar. Um encontro triangular que possibilita ao ouvinte, uma viagem num inesquecível tapete mágico.

Fluxo do enredo:
- Introdução
- Enredo
- Ponto Culminante
- Desfecho


Estudo dos elementos da história:

- Personagens principais, secundários e surpérfluos, ambiente (local, época e civilização)

- Cenários (quantas cenas são necessárias para o seu desenvolvimento)

- Mensagens e conteúdos educativos


Objetivo: Apresentar aos participantes técnicas para contar histórias, ensinar a usar a voz e o corpo e ajudar na escolha das histórias utilizando recursos auxiliares criativos.

Conteúdo:

- O que a história conta?
- Faixa etária do público alvo
- Tipo de Conto
- Estudo da história
- Tipo e Postação de Voz
- Expressão Corporal
- Utilização do tempo e do espaço (Plano alto, médio e baixo)
- Recursos auxiliares - elementos de cena

Metodologia:
- Aplicar técnicas de relaxamento
- Aplicar técnicas de contação de histórias, antes da formação da roda de contos
- Apresentar técnicas básicas de memorização textual
- Trabalhar possibilidades de voz e sua postação, e expressão corporal
- Demonstrar, na oralidade, as possibilidades de apresentações de narrativas cênicas
- Formação da roda para as apresentações.

 *******************************************************************************************


PARA 21 DE AGOSTO/12

 PRIMEIRA TAREFA: Escreva um conto de animais, inicialmente sem se preocupar com a sua estrutura, por ser uma amostra do que costumamos elaborar.