segunda-feira, 13 de agosto de 2012

NASCIMENTO DA OFICINA LITERÁRIA BOCA DE LEÃO

Foto, peça figurativa e produção literária de Claudete T. da Mata
Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.

Como toda menina rescém nascida de braços abertos, a "Oficina Literária Boca de Leão",   estará agregando os conhecimentos necessários aos escritores que acabam de adentrar o universo literário, aos contistas, poetas e cronistas,  veteranos de todas as idades, amantes da infinita arte de aprender com as letras, nesse imenso jardim literário da Ilha de Santa Catarina, Florianópolis, terra povoada, primeiro, pelos índios carijós, vicentistas e depois por açorianos, povo simples e pacato, gente devotada à pesca, à agricultura e à religiosidade.

Aqui, onde todas as sementes das mais belas flores podem germinar, vamos deixar fluir os mais raros  fios do jardim de nossas memórias, para que juntos possamos mexer com sentimentos adormecidos... Aqueles que um dia nos fizeram gargalhar de alegria e até derramar lágrimas adormecidas. 

Como toda menina rescém-nascida necessita de cuidados especiais, a "Oficina Literária Boca de Leão" também precisa desses mesmos cuidados por parte de seus pais e mães, sejam ou não, marinheiros de primeira viagem.

Lembrando Fernando Pessoa, "tudo vale a pena quando a alma não é pequena"!


Evandro Jair Duarte e Claudete Terezinha da Mata, reajustando o Projeto da Oficina Literária Boca de Leão

1ª ATA

Aos quatro dias do mês de julho de dois mil e doze, reuniram-se no Ambiente da Biblioteca Pública de Santa Catarina, sito à Rua Tenente Silveira, Frente ao ITAÚ, Centro - Florianópolis, Claudete Terezinha da Mata e Evandro Jair Duarte, para revisão do Projeto e programação da abertura da “Oficina Literária”, para apresentação do Projeto "Boca de Leão", antes apresentado à Direção da Biblioteca Pública de Santa Catarina, que após verificar a sua viabilidade, o enviou à Fundação Catarinense de Cultura, que o aprovou e o remeteu de volta à Biblioteca para as devidas correções do Projeto e sua futura praticidade, sendo assim, ficou determinado o Cronograma de Atividades para o corrente ano, até abril de dois mil e treze. Após este encontro, a Equipe levará ao conhecimento do público convidado, a temática literária a ser trabalhada em grupo, com proposta de futura publicada das primeiras elaborações textuais, iniciando com o gênero conto infanto-juvenil, com a pretensão de lançamento na Semana do Livro em 2013, bem como em outros eventos literários, como: Feiras de Livros. Caso haja necessidade de mudança de data de publicação e lançamento, assim será feito. Também foram definidas as estratégias de divulgação e apoio ao programa da presente Oficina. Para o momento inicial, a Coordenação Geral ficará com Claudete Terezinha da Mata, a qual, também irá desempenhar o papel de Ministrante e o Apoio Técnico e Logístico ficará com Evandro Jair Duarte. Assim sendo, os dois marcaram o primeiro encontro para o dia vinte e quatro de julho, às dezoito horas e trinta minutos, no auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina, para a apresentação do Programa da Oficina ao público convidado, onde ficará determinada em grupo, a hora inicial dos encontros com duração de duas horas, com a continuidade da proposta, que no seu seguimento terá a narração de dois contos intercalados com a exposição do conteúdo programático pela Coordenadora Claudete Terezinha da Mata, sendo colocado à disposição do grupo presente, o dia e três horários para o início das atividades da Oficina, sendo estes: dezoito horas; dezoito horas e trinta minutos e dezenove horas, com encontros quinzenais, nas terças-feiras, momento em que todos terão espaço para opção do dia e um destes horários. Desta forma, no encontro de abertura, será apresentado ao público interessado em participar da Oficina, o Cronograma dos encontros (07 e 21 de agosto; 04 e 18 de setembro; 02, 16 e 30 de outubro; 13 e 27 de novembro, com encerramento do semestre em 11 de dezembro de 2012). O próximo passo após correção será divulgar a Oficina, com seu primeiro encontro para 24 de julho, às 18 horas, no auditório da BPSC. Após esta primeira fase de divulgação, será realizada uma visita nas escolas da ilha, para o acolhimento do público infanto-juvenil que desejar entrar no universo literário, como escritor com preparo para contação de histórias. Sendo assim, através da Coordenação e Apoio Técnico, após a abertura desta Oficina, outros colaboradores serão inscritos na Equipe de apoio, nos encontros posteriores da Oficina Literária Boca de Leão. Após conclusão do processo, a presente equipe, partirá à elaboração do conteúdo de apresentação da proposta em projetor de mídia. Por ser verdade, Eu, Claudete Terezinha da Mata, firmo a presente Ata. Florianópolis, 04 de julho de 2012.
 

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC), em parceria com a professora Claudete Terezinha da Mata, promove, a partir do dia 24 de julho, a Oficina Literária Boca de Leão, voltada a estudantes de todos os graus de formação. A intenção é estar promovendo a formação de escritores contadores de histórias, lançando concursos literários e socializar o conhecimento produzido por meio da edição de Livros de diferentes gêneros literários, guardando para a posteridade os registros dos seus participantes.

Interessados em participar desta Oficina Literária, devem se inscrever gratuitamente pelo e-mail evandroduarte@fcc.sc.gov.br.

O projeto vai enfocar aspectos da leitura, produção textual, roda de contos, saraus literários, recital poético e divulgação de produções literárias em
grupo.

A Oficina literária Boca de Leão, surgiu da importância de trabalhar o processo da escritura autoral e divulgar produções literárias, inicialmente, trabalhadas poeticamente para contrapor ao mundo consumista ao qual a população está exposta a todo instante.

Considerando ainda a gama deficiências detectadas hoje no ato de escrever, trabalhar com literatura se torna fundamental para incentivar os primeiros passos na arte de escrever e para que não se percam os talentos revelados.

Os participantes irão, nas 4 horas/aula mensais, ler, fazer releituras e produzir seus próprios contos, poesias, crônicas... Empregando a linguagem conotativa e elementos rítmicos, analisar o efeito de sentido causado pelo uso de metáforas, sensibilizar-se para a emoção e a beleza da construção de versos, prosas e poesias, refletir sobre a visão de mundo inerente nas produções literárias, bem como a especificidade da linguagem poética, propiciar condições para uma interação maior em grupo, utilizando-se, inicialmente, da arte poética.


Objetivos primordiais: Lapidar o imaginário e a criatividade, despertar o gosto pela poesia e demais textos literários (contos, crônicas e poesias...), reconhecendo neles os diferentes meios de se expressar e explorar as infinitas possibilidades sugeridas pelas palavras lidas, ouvidas e contadas, para o desenvolvimento da sensibilidade ética e estética no desenvolvimento das habilidades de interpretar textos literários e da cultura popular, organizando-se como culminância, um espaço para Recital Literário.

Os encontros ocorrerão quinzenalmente, a partir do dia 24 de julho, sempre nas terças-feiras, das 19 às 21h, no auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina, no alto da Rua Tenente Silveira, Centro, Florianópolis.

Informações: (48) 3028-8062 ou 9600.6680

Participação gratuita para público de idade a partir dos 10 anos (Em período noturno, sendo menor de idade, deverá ser acompanhado por um adulto responsável)!