segunda-feira, 15 de junho de 2015

Leonardo Boff no Sempre um Papo - 2009

Um Franciscano apaixonado pelo Criador e pelas suas Criaturas. Um homem simples, vestido de coragem - a coragem da palavra falada sob a Luz da Sabedoria. 

Sou uma apaixonada pelos seus contos indígenas, com o orgulho de um dia tê-lo numa das plateias onde narrei o seu conto "Por que há tantas estrelas no céu?" Por meio da sua literatura, na retratação do povo indígena e demais etnias brasileiras, consigo aprender muito sobre o sopro cósmico presente nas suas obras bem elaborada sobre um mar de sensibilidade humana. Claudete T. da Mata