domingo, 13 de março de 2016

Vídeo 3 - Colônia de Férias: Mediação do Livro (05.02.2016)


ACADEMIA BRASILEIRA DE CONTADORES DE HISTÓRIAS (ABCH-MATRIZ)




Esse foi um momento em que a mediadora e contadora de histórias, Claudete T. da Mata, coordenadora e mentora da Oficina Literária Boca de Leão, precisou modificar a sua metodologia de mediação do livro, após uma breve mediação de leitura animada (Vídeo 2), ao sentir o frenesi das crianças - público de diferentes idades.



Contador de histórias é assim, precisa ver além das suas expectativas, quebrar o protocolo e sair da zona de conforte... Se preciso for, brincar com as narrativas, junto às bagunças das crianças - de certa forma, por elas organizadas. Caso o narrador não consiga chegar até as crianças, por falta de domínio ou por intolerância ao ritmo de cada grupo, não consegue alcançar os seus objetivos.



Ser contador de histórias, também, é ser mediador do livro a abrir olhos sedentos de novidades, encher mil mãos ávidas de curiosidades, abraçar mil pessoinhas de uma só vez sem deixar nenhum deles fora do seu afago, iluminar a escuta que também abre as portas da imaginação, saber colocar os seus pertences à disposição dos leitores-ouvintes, não sentir medo do acontecimento inusitado, saber abrir e fechar a mala no momento de ir embora a deixar um gosto de quero mais... Até merecer um beijo e um abraço. Também saber retribuir.



Claudete t. da Mata