quinta-feira, 2 de junho de 2016

Mediação de leitura e Conversação - Processo de Escrita na Oficina liter...

ACADEMIA BRASILEIRA DE CONTADORES DE HISTÓRIAS (ABCH-MATRIZ)

DIVULGAÇÃO DA MEDIAÇÃO DE LEITURA OCORRIDA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DE SANTA CATARINA - OFICINA LITERÁRIA BOCA DE LEÃO E ACADEMIA BRASILEIRA DE CONTADORES DE HISTÓRIAS




Narrativa produzida por Natália Severiano Bueno, integrante da OLBL e Membro Imortal da Academia Brasileira de Contadores de Histórias - ABCH (Matriz), a mediar a sua produção (Texto para pensar).

Um momento de reflexão e análise da narrativa em grupo. Albertina Saudade da Fonseca, sempre a dar sua contribuição acompanhada de muitos ensinamentos que nos levam a pensar sobre o pensar.



Na OLBL, há tempo para olhar, tocar no pensamento, imaginar, deixar a alma livre e a mão solta, escrever sem medo de errar, voltar, ler, compartilhar com os outros para refletir sobre o próprio fazer, levar para casa e continuar... É um processo de mexer no que foi acordando e tomando corpo, pensar nos verbos que dão força à escritura, levar o escritor para dentro de si... Um espaço de livre arbítrio. Uma janela por onde todos conseguem ver o que acontece além dela, um espaço para acordar o processo criativo com consciência e sem medo da fala do outro. Aqui, todas as falas precisam de ouvidos, corpo e movimento. É um jeito de fazer com a alma, antes de dizer:



- Está pronto!



Vamos continuar aprender a aprender a fazer, socializar e compartilhar os nossos saberes, certos de que estamos a conviver com pessoa de estilos diferentes, que por mais que alguns tentem nos copiar, a emenda jamais vai ser igual a nossa.



O escritor consciente, não é diferente do contador de histórias consciente. Os dois caminham lado a lado. Um precisa da companhia do outro. Então, por que ainda se vê em certas realidades tanto distanciamento entre estes dois atores autorais de suas próprias ações?



Redação: Claudete T. da Mata - Supervisora da OLBL