quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Dia 04 de Julho/2016 - Encerramento da Segunda Etapa do "Curso Espaço de Histórias"

Curso Espaço de Histórias - Oficina 02: Formação do Contador de Histórias-Mediador do Livro e da Leitura Animada e Compartilhada, foi assim no Cinema do CIC - Entre contos e mediações de leitura animada e compartilhada. Projeto integrante do Plano de Ação ABCH/2016.
TURMA DAS 15H ÀS 17H30: NESSE DIA, A MAIORIA NÃO COMPARECEU. MAS JUSTIFICARAM SUAS AUSÊNCIAS. É UMA TURMA COMPROMETIDA COM A PRÁTICA DA ORALIDADE.
Aparecida Facioli, Acadêmica da ABCH, é uma Mediadora de Leitura Animada e Compartilhada - dessas que deixam a criança interior bagunçar os fios prazenteiros da memória imaginativa a viajar para o mundo dos Seres brincantes. 
Mediar o Livro e a Leitura Animada, na Academia Brasileira de Contadores de Histórias, é uma arte em busca de muitas leituras para o fomento dos leitores-ouvintes, a despertar o desejo de ler e contar. É um dos meios mais fascinantes no acordar da escuta e do olhar que quer ver tudo - olhar de quem quer viajar pelo tempo sem preocupações com o Tempo sempre a coçar seus escravos (Tempo marcado por uma invenção que muitos carregam no pulso; alguns até trazem pendurados no pescoço e vivem presos a ele...), não é o caso do nosso "Espaço de Histórias" cheio de Tempo, tanto para crianças quanto para os adultos.  
 Lígia Barreto - Futura acadêmica da ABCH, em busca do refinamento de suas práxis.
Lígia está sempre aberta às orientações para o crescimento contínuo na arte de contar e mediar a leitura com recursos de animação. Dos recursos, em especial, temos primeiro a voz do corpo - que aqui podemos dizer: "o corpo falante". Não há como animar uma mediação de leitura sem soltar o corpo com todas as suas vozes em movimentos.
Na prática da "mediação de leitura animada e compartilhada", o contador de histórias necessita de uma tríade sempre em sincronia: Livro amigo do mediador (vice-versa); Corpo falante; Alma brincante. Assim o Contador de Histórias-Mediador do Livro e da Leitura Animada, consegue viajar com as histórias e, com eles, consegue levar os seus ouvintes-leitores para além do presente.
 Theresa Carlota C. Oliveira - Mais uma apaixonada pela Arte de Mediação de Leitura Animada.  
 Este foi o primeiro contato de D. Carlota com a "arte da mediação do livro e da leitura animada e compartilhada". Ela sabe como dar vida aos sentimentos das personagens que saltam dos livros, pela voz e corpo do mediador, pousando nas suas mãos e: "lá vem histórias cheias de gente animada, rosada, colorida, com mil cheiros e seus trejeitos" 
 É quando o corpo fala e a menina dentro deste corpo crescido começa a se desatar no universo da imaginação. 
 D. Carlota faz mediação de leitura animada com a candura de sua menina acordada a encantar todas as idades. 
 Abaixo: Confreira Léa P. Silva e Silva com a futura Acadêmica Ana Esther Balbão.
 Elementos que animam a arte da oralidade das alunas do Espaço de histórias. 
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
Turma das 19h às 21h30
 PIIIIIIIIIIIMMMMM
 DEPOIS DA AULA, OS ALUNOS ESPALHADOS PELOS BANCOS DO CINEMA DO CENTRO INTEGRADO DE CULTURA SE JUNTARAM PARA MAIS UM REGISTRO COM TODOS NO PALCO.
 SÓ PARA FINALIZAR, UMA BRINCADEIRA COM OS ELEMENTOS DE CENA NÃO PODE FALTAR.
Oficina integrante do Projeto: PROMOÇÃO DE ACESSO AO LIVRO E À LEITURA POR MEIO DA ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS E DA MEDIAÇÃO DE LEITURA ANIMADA.
“Este projeto foi premiado pelo Edital Todos por um Brasil de Leitores"