sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Lenice Gomes - 14 a 15.11.2016 - Acadêmica da Academia Brasileira de Contadores de Histórias, aproveitando um pouco a Ilha de SC!

Praia do Ribeirão da Ilha 
Aqui também se cultua a Rainha do Mar. 
 Subimos e fomos até a Caieira da Barra do Sul
 E veja quem estava nos esperando: O Rabo de Palha 
Voltamos à freguesia do Ribeirão para almoçar. 
 Quem estava à a nossa espera? Esta gaivota.
  E Lenice disse: "Claudete, o que será que a gaivota está pensando?"
 Para Lenice esta gaivota não estava nada bem. 
Depois fomos ao Ostradamus tomar o café mais delicioso da Ilha de SC.
 No Café, compramos canecas de esmalte, com o dizer: "Tens Tempo" 
 Renda de Tramoia. dizem que esta foi a primeira renda ensinada pelas mulheres portuguesas, quando chegaram à nossa Ilha de SC.
Um mimo para Lenice. 
Muitas coisas para apreciar. 
Olhamos tudo o que nossos olhos pediram. 
Foi uma tarde cheia de palavras em formas, cores, sabores e letras... 
Em frente há estas réplicas da realidade da época da colonização portuguesa.  




O menino é uma graça. é inspirador.  
As mulheres da época socavam café no pilão de feito de tronco de árvores. 
Do outro ladoda rua há um restaurante maravilhoso.  
Azulejo da época da colonização portuguesa. 
Mar tranquilo no Ribeirão. 
Lenice ficou encantada com os azulejos da época. 
Depois de enfrentarmos mais de 2h de congestionamento, voltamos ao Centro de Florianópolis.    
Do Ribeirão ao Centro de Florianópolis/SC.
Noite de Lua Cheia... 
Dizem os antigos que essa é noite de uivos nas ruas escuras.
Noite de lobisomens!!!

DIA 15 DE NOVEMBRO - NA ILHA DE SANTA CATARINA
Levei Lenice gomes para conhecer a Praia de Itaguaçu e a Lenda das Pedras.
PONTA DA PRAIA DE ITAGUAÇU
Chegamos e vejam só, um mergulhão á nossa espera... 
Lhes apresento uma partes da "lenda das pedras de Itaguaçu. 
Lenice Gomes não podei voltar para Recife sem conhecer essa parte da zona continental de Florianópolis. 
Antes de pertencer à Florianópolis, essa parte do mar cheia de mistérios, pertencia ao município de São José da Terra Firme (hoje somente São José)
Entre os pingos da chuva, o sol e uma brisa refrescante, chegamos à Beira-mas e começamos as observações... 
Atrás de Lenice há duas pedras. Uma delas possui um grande casco e uma cabeça a olhar para o horizonte. Você consegue ver que animal é esse?


Acima há um anjo para alguns olhares e um filho de dragão a outros.
Está vendo a cabeça, uma fenda no peito e atrás uma calda? Ele está entre as três pedras maiores. 
Na frente da criatura de calda, há outro animal deitado sobre a areia. 
Viu? 
Lhe apresento o sapo da princesa. Após pegar a bola no fundo do poço, ele veio à "festa das bruxas e veja no que foi transformado... 
Lenice foi à Gruta da Santa. 
Dizem que muitos índios nasceram dentro dessa gruta à Beira-mar. 
Hoje a Santa está mais cuidada. O pessoal do restaurante acima, está dando mais atenção à grupa. mas ainda ainda precisa cuidar. 


A escritora de Olinda/PE, ficou encantada com a beleza da Lenda das Pedras.
O lugar transmite paz...
 Revigora a alma e a narratividade oral...
Manhã cheia de histórias a desatar os fios da memória.
A escritora e estoriadora ficou encantada. 
 Terapia para relaxar a memória e as asas do coração. As garças também gostam de observar a natureza...
 São Pedro está lavando o céu. A chuva caiu aos poucos.

Fotos e texto: Claudete Terezinha da Mata